sentir-se pouco

Por mais que eu tente, parece que nunca serei capaz de te preencher por completo. Me sinto um peso totalmente avulso, incapaz de ser o que você esperava. É complicado ver todos os dias a dificuldade em me oferecer um pequeno espaço.

Sinto como se eu estivesse gritando e você não me ouvisse mais. Te vejo de costas, indo embora e eu não consigo fazer nada a não ser esperar em silêncio. Deixando o tempo agir, levando comigo esse aperto e sensação de incapacidade contínua.
Minhas forças estão se esgotando, minha esperança se acabando, minha motivação está se esvaindo e todo aquele frio na barriga ao ler e ouvir suas verdades, já são lembranças distantes, cultivadas por minha memória, na esperança de reviver seu amor e enxergar em seus olhos que eu sou o bastante, suficientemente completo para caber em seu peito.
Não sei pra qual rumo seguir. Não sei em quê me apegar. Não sei quantos dias ainda as lágrimas insistirão em cair, na esperança de que tudo se conserte.

Eu só queria te ver vindo em minha direção da mesma forma que te via naquele verão que guardo com tanto carinho em minha memória.

Eu só queria me sentir suficiente.

sobre recomeços

A gente vai aprendendo a não se importar com as decepções. E tudo isso é resultado de constantes desencantos e esforços desperdiçados com situações imutáveis. Mas acontece que nem tudo merece toda nossa energia e luta. As vezes se abster é um ato inteligente e extremamente necessário para haver evolução.

Só espero que tudo isso tenha um fim, que aquele primeiro amor volte e que as coisas sejam vislumbradas por outras perspectivas. E não me refiro à características temporais. Vai muito além, algo totalmente intrínseco a atributos qualitativos.

Se acomodar é um descuido. Confiar na estaticidade é um deslize. E as consequências podem ser amargas e dolorosas demais para se encaixar nas expectativas de que o incessante fosse algo fácil e longe de ser apagado. Nessas horas é difícil segurar as lágrimas e não se deixar levar por toda essa tempestade interna e toda a dor que tudo isso traz. Mas como disse, são coisas que fogem do nosso domínio e estamos à mercê de fatores que independem do nosso empenho para se tornarem mutáveis.

É um ciclo que só cabe a nós nos permitir tangenciar e encontrar novos pretextos para tudo, inclusive para recomeços.

me leve daqui

Me leve daqui, para um lugar de calmaria, pra outro país, uma ilha.
Me leve para dentro de teu peito, onde eu esteja envolto de amor, de paz e do gosto do seu beijo.
Pode ser para qualquer lugar. Japão, Irlanda, Canadá… não importa. Desde que seja com você que eu vou estar.
Não consigo disfarçar esse nó na garganta, o mesmo amor que me quebranta é o mesmo que me agiganta.

Quero me sentir distante, num deserto, no Atlântico…
Te encharcar com meus beijos, te abraçar como num conto romântico
Não dá pra entender as coisas desse seu coração
Num dia diz que me ama, no outro diz não
Brinca, ri enquanto eu me entrego
Se for o preço para ter seu beijo, amacio seu ego

 

Eu escolho estar ao seu lado, nunca me esquecer de ti
E quando meu amor for tudo que você procura encontrar
Quando todo meu sentimento, minha presença te bastar
Saberei, valeu a pena esperar todo esse tempo, valeu ficar aqui, esperando você voltar.