e é por isso que te amo

“Eu poderia me sentir culpado por me apaixonar ao primeiro sorriso, mas confesso não ver graça em uma vida em que eu teria que controlar meus ímpetos emocionais. As pessoas cessam paixões loucas e amores passageiros com receio de perder o que alguns chamam de valor. Limitar-se a não sentir emoções únicas por uma preocupação com o pré-julgamento dos outros é abrir mão de coisas inestimáveis da vida.”

– Frederico Elboni