riscando o amor

Quando é sincero, lá do fundo do coração, as coisas fluem, o peso deixa de existir, há prazer em dividir sua vida. O amor tem disso não é? Quando menos esperamos ele vem e nos mostra que ainda somos capazes de nos redescobrir das formas mais variadas possíveis. Não se trata do que o outro pode te oferecer, não se trata das imperfeições ou do quanto o outro consegue ser bom… se trata apenas de re-ci-pro-ci-da-de. Quando duas pessoas estão dispostas a se amar, não existe conjunção adversativa suficiente que importe tanto.

Não é que você precise de outrem para viver… é que você apenas QUER. Entende? Você simplesmente quer ela ao seu lado e faz de tudo para que ela esteja sempre ali, presente.

Talvez seja essa a melhor parte de amar… querer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s