monodrama

Há quanto tempo não falo abertamente sobre mim por aqui não é?
A verdade é que minha vida tem se resumido em: faculdade. A rotina tem sido a mesma e meus dias têm se tornado cada vez mais corridos.
Se vocês pensam em ter uma vida social, não façam Arquitetura. Mas estou finalmente satisfeito com quase tudo que está acontecendo atualmente em minha vida. O que estudo a cada dia tem me preenchido de uma maneira que o curso anterior não conseguia.
Demorei muito tempo para decidir ir estudar o que eu realmente me identificasse e hoje vejo que foi a melhor decisão que pude tomar. Só me arrependo de não tê-la tomado antes. Mas sou a prova viva de que se nós fizermos o que gostamos, as coisas deixam de se tornar um fardo. Tudo fica mais natural.

Minha saúde mental vem tomando rumos diferentes. Ainda há muita coisa para se resolver e sinto que quase tudo foge do meu controle. Infelizmente a condição em que vivo contribui para tudo que sinto. Só vou apresentar real melhora no dia em que esses fatores externos mudarem. E isso depende de mim, mas ainda não chegou o tempo certo.
A melhor decisão que fiz ano passado foi ter começado a fazer terapia. Eu tinha muito receio por achar que terapia é coisa pra louco (?), mas sério, foi a melhor decisão que tomei. Esqueça tudo que falam para você, esqueça o que você acha ou o que o senso comum diz… Quando você gosta do(a) terapeuta, as coisas começam a fluir e você contar da sua vida começa a ser algo natural e edificante. O simples fato de você jogar para fora tudo aquilo que pesa dentro do seu coração, já faz uma diferença enorme. Acredite.

Bom, infelizmente meus planos de intercâmbio tiveram de ser colocados na geladeira novamente. Não vou mentir, me senti muito frustrado com tudo isso e realmente revoltado por eles terem dado errado. Mas o que mais eu posso fazer?
Perdi as contas de quantas semanas fiquei trancado no quarto insatisfeito com tudo e intrigado por ter visto vários planos meus fracassarem.
Mas isso ainda não morreu em mim. Estou planejando uma nova tentativa – dessa vez a longo prazo – e pretendo, de coração, fazer com que tudo isso dê certo.
Há coisas na vida que temos que simplesmente aceitar e usar as decepções como combustível para, um dia, alcançarmos o que queremos não é mesmo?

E meu coração? Bem… aceita um café?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s