nós somos

Você disse que nunca me esqueceria. Que estaria ao meu lado em todos os momentos da minha vida, que nunca me abandonaria. Mas e agora? Até que ponto a relatividade da sua concepção de “eterno” pode chegar?

Às vezes me pego andando em círculos, esperando só um convite para que tudo isso se acabe e eu vá em sua direção. Eu sei, eu sei, provavelmente isso nunca mais aconteça.

Nós dois caímos juntos e falhamos em fazer durar para sempre. As estrelas cadentes nas quais direcionávamos nossos pedidos, eram apenas aviões.

Não existe um lado bom em dizer adeus. É errado esconder a dor por trás de tantos sorrisos irreais e vazios. Chega de se camuflar por trás de toda essa capa de egoísmo que te torna tão inalcançável.

Preciso de você agora. Me diz, me diz aí que você me ama. Eu quero te amar por quem você é e não pelo que tem a me oferecer.

Continuo andando em círculos tentando descobrir se você ainda, realmente, me ama. Nós não prometemos um ao outro? Não fizemos juramentos que daríamos tudo um ao outro? Eu não te dei tudo?

Me beije. Só mais uma vez, e a ultima vez. E só mais uma última. E de novo.

 

Nós dois somos uma pintura perfeita, dentro de uma moldura quebrada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s