como um caso perdido

Chega a ser engraçado a quantidade de vezes em que eu me permiti viver algumas situações sabendo que iria sofrer. É algo que não sei como explicar, eu só queria que tudo fosse diferente, mas mais uma vez eu me decepciono com o desenrolar da história.

Queria poder te abraçar, te beijar, te tocar… eu sinto sua falta. Sinto falta de sentir meu coração pulsando todas as vezes em que está chegando a hora de te ver. Sinto falta daquele frio na barriga quando estou te beijando. Falta das vezes que você conseguia, apenas com poucas palavras, acalmar meu coração.

Não há nada que eu possa fazer. Eu só queria estar te odiando nesse momento. Tudo isso é como um caso perdido e eu tenho que ir tentando aprender a lidar com essas mudanças emocionais.

É tão difícil ter que dizer adeus. Tão difícil ter que ouvir tudo isso saindo da sua boca e perceber que por mais que eu queira, nós nunca fomos feito um para o outro.
E eu não sei o que seria pior, nunca ter cruzado seu caminho e perder a oportunidade de sentir coisas inexplicáveis ao seu lado; ou cruzar o seu caminho, perceber o quão bem você me faz, mas ter que deixar tudo isso pra trás e me despedir de você por todo o sempre.

Você tem noção da quantidade de vezes que eu pensei em você só hoje?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s