tem?

– Na volta vamos passar na floricultura pra comprar flores pra minha mãe?

– Vamos.
Alguma indecisão a respeito do que comprar, e eu volto no carro e peço ajuda. Ele vai lá, e aponta pra um jarro cheio de flores pequenas e vermelhas. E eu nego a ideia dele e pego a que eu gostei. (Porque o chamei mesmo?)
Volto pro carro.
– Segura aqui pra mim, coloca no colo e cuidado pra não cair. Gostou?
– Aham, achei bonito.
E ele lá trás: 
– Preferia o outro.
Chego em casa pela manhã, pois passei a noite fora com eles. E quando abrimos a porta do quarto, ela está lá, deitada.
– Toma mãe, feliz dia da mulher.
Tem preço? 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s