dos julgamentos sem fundamentos

Sempre que conhecemos pessoas novas, ficamos observando cada atitude. Não é somente eu que faço isso, sei que você também faz. Observamos o jeito da pessoa falar, se ela pisca demais, se ela não pára de balançar a perna, se ela é inconveniente ou não, se ela é mal-educada… E por aí vai.

Mas o problema é quando começamos a julgar as pessoas sem ao menos conhecê-las. Não vou ser hipócrita em falar que nunca julguei ninguém, por que eu já julguei. Sei que foi um erro, e lá na frente vi que a pessoa era totalmente oposta ao que eu pensava.
Eu não gosto de ser julgado por ninguém, principalmente por pessoas que não me conhecem. Veem eu falando alguma coisa, ou fazendo alguma coisa e já querem pensar que me conhecem ao ponto de generalizar minhas atitudes, sejam elas certas ou erradas.
Eu erro mesmo. Admito isso. Mas se você me conhecer hoje, não pense que já me conhece o bastante para não gostar de mim, ou que me conhece o bastante para descrever minha vida para os outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s