já é manhã, é hora de acordar

E o ano começa e eu continuo na mesma, como se minha mente ainda estivesse em 2011.

O mais intrigante é que as lutas parecem não ter fim, a calmaria não chega, minhas forças vão indo embora…
Estou esperando a hora em que poderei descansar dessa luta, me livrar disso tudo e poder olhar para trás e ter a lembrança de uma vitória recente.
A derrota dói, mas não foi feita para mim. Não aceito perder, não aceito ser jogado de lado e simplesmente desistir sem tentar até o fim.
É preciso saber perder… Mas nesse jogo, chamado vida, perder pode ser o resumo de uma vida inteira ser jogada no lixo, como se não tivesse existido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s